Portal do Governo Brasileiro

Relatório Mundial das Nações Unidas sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos 2018 lança propostas com foco na natureza

21/03/2018 - RFB
Lançamento do Relatório faz parte do 8° Fórum Mundial da Água e destaca soluções baseadas na natureza como forma de melhorar a gestão hídrica.

Ocorrido em Brasília (DF) no dia 19 de março, o evento apresentou um estudo que propõe ações a serem adotadas tanto no campo quanto na cidade, e aposta em engenharia ambiental em vez de engenharia civil para melhorar a gestão dos recursos hídricos.

 A proposta é ampliar a cobertura vegetal, a recomposição de solos e a proteção das bacias hidrográficas, garantindo o aumento da quantidade e da qualidade da água, do acesso a todos esses recursos e a diminuição dos desastres naturais.

 A expectativa é que se nada for feito, até 2050 cerca de 5 bilhões de pessoas viverão em áreas com baixo acesso à água.

A evaporação, precipitação e absorção pelo solo são características que devem ser aproveitas no processo de captação e reciclagem da água. No setor agrícola, estima-se que a produção possa aumentar em cerca de 20% em todo o mundo, se forem utilizadas práticas mais verdes de gestão da água.

Estudo citado pelo relatório avaliou projetos de desenvolvimento agrícola em 57 países de baixa renda e descobriu que o uso mais eficiente da água, combinado com a redução do uso de pesticidas e com melhorias na cobertura do solo, aumentou o rendimento das colheitas em 79%.

 Porém as práticas nas cidades também são reconhecidas e variam desde paredes verdes e jardins suspensos a medidas para coletar e reciclar água. Como exemplo o Relatório cita a China com o projeto Cidade Esponja, que melhorou a disponibilidade do recurso em aglomerados urbanos.

 Criado em 1996 pelo Conselho Mundial da Água, o fórum ocorre a cada três anos e foi idealizado para estabelecer compromissos políticos mundiais acerca dos recursos hídricos.

 Fonte: www.agenciabrasilia.df.gov.br

Ações do documento